sábado, 24 de janeiro de 2009

A Lenda Cigana do Dom da Adivinhação


Era uma vez um povo...Que vivia nas entranhas da Terra, tendo o fogo como seu elemento mágico e purificador, eram adoradores do fogo sagrado que há por dentro das profundezas da terra...Esse povo vivia oculto, tendo suas ocupações e seus afazeres, sem conhecer absolutamente nada que pudesse existir na superfície. As gerações se passavam inteiras enquanto os tempos corriam, e aquele povo permanecia vivendo dentro do mundo, ignorando tudo o que houvesse por fora dele... Por conta disso, eles viviam injuriados e tristes, pois só conheciam noites sem fim...Mas tinham uma fé imensa e uma grande sabedoria. Um dia, um homem, cansado daquela mesmice, cansado por conta da dificuldade em se conseguir água, adormeceu enfadado e sonhou com um mundo diferente... Em seu sonho, uma mulher belíssima, vestida com um manto azul de estrelas, puxava-o do fundo da terra por uma cratera e descortinava-lhe tudo o que havia de desconhecido onde ela habitava...Em seus sonhos viu coisas que nunca havia imaginado antes, um firmamento azul, as flores, as águas abundantes dos rios, as chuvas...Maravilhado, despertou com a idéia fixa de sair dali, e investigar se, de fato, na superfície havia tudo aquilo que a maravilhosa mulher lhe havia apresentado. Com uma tocha, o rapaz foi subindo, subindo, passando por meandros ocultos e galerias que conhecia, até chegar à uma caverna até então desconhecida, de onde pôde vislumbrar os raios da luz solar, que, a princípio, machucaram seus olhos tão afeitos à escuridão e à luz única do fogo sagrado... Viu o céu límpido, onde criaturas aladas voavam e emitiam cantos sonoros...Viu árvores imensas, onde estavam pendurados frutos coloridos e bonitos...Pela primeira vez, sentiu o vento, ouvindo a música que ele toca quando passa... Viu inúmeras fontes de água e cascatas, cercadas de flores de cores vivas e animais diversos. Seus olhos não conseguiam entender tanta beleza, como ele seria feliz se ali pudesse viver...Como seu povo seria feliz se visse tanta maravilha, tantas cores!Pensando nisso, ele desceu de volta às entranhas da Terra, levando pequenas coisas que pudera coletar: frutos e flores, pedras e ramos de árvore. Precisava provar aos mais velhos que ali estivera! Ao chegar, descreveu a todos os seus o que vira lá em cima, e todos, encantados e ansiosos com essa nova possibilidade, também quiseram vislumbrar esse mundo desconhecido... A mais velha daquele povo, porém, munida por sua fé inabalável e pela experiência de anos e anos de vida, sentindo o impulso daquele povo passional em se arriscar pelo desconhecido, pediu:- Meus filhos! Sempre vivemos aqui, não teremos outras possibilidades numa terra onde vivem outros seres diferentes de nós. O que faremos, num mundo adverso, e com tantas diferenças? Temos crianças, que são frágeis...Os que vieram antes de nós contam que muitos tentaram subir e se perderam...Eles, porém, estavam dispostos a tudo para subirem à superfície. Os mais velhos então orientaram:- Rezemos a Deus, pedindo a Ele um conselho sobre o que fazer. Se nos for permitido migrar dessas terras, que Ele nos conduza pelas mãos de um Anjo de Luz, e abençoe nossas existências com a saúde e a sorte! Rezemos e peçamos a Deus que nos conceda a permissão de mudar dessas paragens!Dessa forma, aquele povo simples e sofrido começou a rezar com fervor, imaginando como seria toda a maravilha que o rapaz tinha visto, toda a fartura e a cor que nunca tinham imaginado... A esperança cresceu tal qual as labaredas de uma fogueira, muitos haviam ali que nunca antes tinham dado um único sorriso na vida, e agora tinham nos olhos de fogo o sonho de uma possibilidade de serem mais felizes... Deus, que nunca desampara nenhum de seus filhos, manifestou-se pelo fogo sagrado, e disse a eles:- Meus filhos amados! Escutei a rogativa vinda da pureza de vossos corações, e , concedo-lhes a permissão para viverdes onde quiseres, deixando as entranhas da terra. Porém, vós não tereis sobre essa terra nenhum poder, nem brigarão pela posse delas, pois que elas nunca lhes pertencerão. Poderão andar por todos os quatro cantos do mundo, poderão conhecer todas as nuances dessa terra, mas sem se fixar a nenhum lugar dela. Só assim, vós crescereis e levareis à frente a missão para a qual vos destinei.Respeitosa, a anciã se curva ante o fogo divino e questiona:- Senhor, de quê viveremos nessa terra? Se não pudermos ter bens e haveres, se nesse lugar nada nos pertencerá, e estaremos nessa terra em êxodo constante, o que deixaremos às nossas crianças?- Deixarás os dons que lhes confiarei a partir de agora, e o exemplo vivo de que nada nos pertence de fato, que o que temos somente é a nós mesmos, nossa alma imortal que, como vós, ascende das profundezas para a luz! Deixareis o exemplo da dignidade de ser autêntico, de ser verdadeiro e fiel ao que se acredita. Foi para isso que vos criei. Povo Cigano, filho meu, dar-vos-ei o dom da adivinhação, com o qual podereis ajudar a todos os vossos semelhantes na dura jornada terrena. Lá em cima, eles pouco conhecem do futuro e do que a sorte lhes reserva... Tem pouco consciência, e se perdem dentro de si mesmos e das dependências que criam. Vós sabeis o que é o sofrimento e a tristeza, sabeis andar por reinos que eles desconhecem...Dessa forma, podereis auxiliá-los a compreenderem a si mesmos, com esse dom divino que ora lhes concedo. Em troca da luz que desejam desfrutar, devereis vós iluminar os caminhos de vossos irmãos, para que eles se ajudem, se conheçam e se precavenham contra os males. Dentro deles reina uma escuridão tal qual a que seus olhos vêem. Dou-lhes o dom de iluminá-los com o fogo sagrado do conhecimento. Como vós andareis por todas as terras, todos os conhecimentos se fundirão... Tereis também o dom da criatividade, sabereis ver além das aparências, e com isso, sabereis criar coisas lindas para os olhos e para a alma, concedo-lhes o dom de fazer coisas belas! Boa sorte, meus filhos, e cumpram a missão que lhes confiei, sendo felizes nesse mundo novo que os espera!Os ciganos, então, de posse do que possuíam, e do dom da adivinhação dado por Deus, deixaram as entranhas da terra, e, em sua primeira caravana, rumaram para a superfície, sendo guiados pelo rapaz que os conduziu à entrada da caverna. Qual não foi a surpresa deles ao avistarem na entrada da caverna uma cigana belíssima, vestida com um manto azul forrado de estrelas, oferecendo-lhe as mãos:- Meus filhos, sou o anjo que Deus confiou para cuidar de vós. Sempre que precisardes, me chameis! Serei como estrela a vos guiar pelas estradas incertas dessa terra.Dando as mãos a cada um dos ciganos que saía de dentro da terra, aquela entidade de luz abençoava a cada um com seu olhar plácido e benevolente. E todos os ciganos ficaram com a marca de luz daquele olhar que refulgia as estrelas...Todos traziam dentro de si a certeza de que, pelo fogo sagrado, o próprio Deus os ouviria, e , admirando as estrelas e a lua cheia, se lembrariam dos olhos de sua poderosa protetora, que estendera as mãos bondosas para retira-los das trevas de onde viviam... Ela desapareceu num facho de luz, e os ciganos começaram sua eterna caminhada...Como não conheciam as cores, se encantaram com elas, vestindo-se com a beleza do que elas representavam, dando vazão nas roupas a todo o colorido de suas almas...Sabiam trabalhar com os metais, que podiam retirar das entranhas da terra, viram que as pessoas necessitavam demais dos artefatos que fabricavam... Observando a natureza, seus ciclos e ritmos, seus elementos e seus animais, descobriram seu enorme talento para a música e a dança, criaram o circo... Sua ligação com a magia do fogo permanecia, e isso continuou se transmitindo a todos os seus descendentes, era visível em seus olhos magnéticos, não era à toa que eram chamados “os filhos do fogo”...Sabiam fazer coisas lindas, espalhando arte e beleza onde passavam, conduzindo o homem em seu sonho de liberdade sem fim. Menestréis da liberdade, muita vezes incompreendidos, nunca levantaram armas pela posse de terras, respeitando a missão sagrada confiada por Deus. Sofreram inúmeras perseguições, mas sempre mantendo a sua fé no Anjo Protetor, chamando-a por vários nomes nas várias nações por onde passaram do decorrer de séculos. E o principal: lendo os olhos das pessoas, podiam dar vazão e crescimento ao dom que Deus lhes concedera: iluminar em troca de luz, auxiliar com a adivinhação os corações aflitos, distribuir alento e consolação aos que estavam sem esperanças... Vendo a chuva, as flores, os animais e todos os elementos, desenharam-nos em pequenas chapas, com as quais falavam da sorte e dos destinos de quem os consultassem...Comprovaram que a observação da natureza e das espirais do tempo auxiliavam sobremaneira o uso de seu dom sagrado... Eles correram o mundo, e continuam correndo... Pois se diz que assim quer o destino, que assim Deus riscou, e o que Ele risca, ninguém rabisca! Para quê os ciganos viajam tanto? Para chegarem ao fim do mundo...E quando chegarem, farão o caminho de volta, para depois iniciarem tudo de novo, levando a arte, a magia e a alegria à todas as raças. “Nosso povo foi o escolhido por Deus para ser o mensageiro entre os povos!”



Por: Ruano de La Calle

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Afrodisíacos




Afrodisíacos na História


Através dos séculos, a humanidade tem se preocupado em melhorar a arte de amar, aprimorando a qualidade do sexo. Pesquisar as qualidades estimulantes dos alimentos faz parte da história das civilizações.
Muitas receitas afrodisíacas foram se perdendo com o passar do tempo. Algumas, porém, sobreviveram até hoje, graças à tradição oral, que preservou tais ensinamentos através das gerações.
Na Grécia Antiga Para os gregos, o culto a Afrodite tinha uma preocupação efetivamente religiosa de ceder à sensualidade. Considerando-se que o melhor da vida era a busca do prazer, eram realizados festivais orgíacos, em que o consumo abundante de poções e alimentos afrodisíacos tinha por finalidade o extravasamento desse preceito. Na culinária, tinham preferência por cebolas, cenouras e trufas. Depois ovos, mel e abacaxi. Ovas de esturjão, lesmas, peixes, crustáceos e frutos do mar. As cortesãs gregas tinham por hábito usar o perfumes que em contato com suas zonas erógenas. Este, misturado ao suor e às secreções femininas, estimulava homens de diferentes idades, excitando os mais jovens e aliviando a melancolia dos mais velhos.
Já a civilização romana acrescentava à lista dos alimentos gregos os órgãos genitais de vários animais, como, por exemplo, o burro, o lobo e o veado. Além disso, comiam ostras, favas, pimenta amassada com semente de urtiga, cheiro verde e cogumelos. Nos festins, os escravos contavam entre suas tarefas a de aromatizar os cômodos soprando perfumes e jogando flores do teto. Os romanos costumavam presenciar cenas eróticas em peças teatrais e se regalar em jantares em que serviam fígado de lúcio, miolos de pavão e língua de guará.
No cristianismo Com o cristianismo, o sexo prazeroso transformou-se em culpa. Os prazeres sensuais foram considerados pecaminosos, e o conhecimento de afrodisíacos associado à magia amorosa, considerado pernicioso pela Igreja.
Na tentativa de melhorar o sexo, o amante medieval recorria a formas não legais de aprimoramento, acrescentando certos ingredientes esdrúxulos à alimentação afrodisíaca, como coração de sapo e gordura das vítimas de enforcamento. Daí o sentimento de culpa associado ao prazer. O fedor do lixo e das fezes por trás das cortinas dos castelos medievais era amenizado cobrindo-se o chão de pétalas de flores e ervas aromáticas, que se confundiam com o pesado ar desses recintos. Através da propagação de usos e costumes pela fala, as mais atraentes poções e curas conhecidas dos tempos antigos ainda eram lembradas, nesta época, e tinham sua reputação reforçada por séculos de uso.
Na Inglaterra Durante o reinado dos Tudor, o estudo e o interesse pelos afrodisíacos permaneciam. Especialistas atribuíam propriedades a alimentos importados de outros países. Exemplo disso são os tomates e as batatas importadas do Peru, que, devido à sua origem exótica, eram considerados poderosos estimulantes. Além disso, porcos, corças, carneiros, galinhas e salmão eram servidos em banquetes regados a molhos picantes. Após a dissolução dos mosteiros e a limitação da propriedade de terras, os ingleses pobres começaram a passar fome. O Puritanismo estabeleceu-se, então, abolindo qualquer tipo de condimento que excitasse as paixões. Uma alimentação simples era o mais apropriado.
No reinado dos Stuart, após a Restauração, os excessos sensuais culinários retornaram às mesas. Os ricos, para satisfazer seus anseios de apurar os sentidos, contratavam serviçais franceses especializados em iguarias, tais como, tortas, geléias, bolos, creme de cogumelos, rins, trufas, cotovias, nozes e aspargos.
Na França No século XVIII, as proprietárias de bordéis competiam entre si com a mais variada e excelente refeição para atrair a clientela abastada. Os pratos eram condimentados com pimenta, gengibre e outros temperos exóticos, para aumentar a energia. Além disso, os folhados e o chocolate eram fartamente abastecidos com cantárida (mosca espanhola). Tinha-se à disposição todo tipo de afrodisíacos, em poções, pílulas e perfumes.
Entre os árabes Os árabes enriqueceram a História com obras de ciências, astronomia, medicina, filosofia e condimentos exóticos para temperar as refeições. Na obra "O Jardim Perfumado para Deleite da Alma", do xeque Nefzawi, encontra-se uma grande orientação sobre afrodisíacos, como por exemplo o de recolher a gordura da corcova do camelo, derretê-la e, então, aplicá-la no pênis. Isto provocaria muitas coisa, até mesmo tornar esplêndido um membro pequeno.
Na Índia Com cinco mil anos de civilização, a Índia possui uma rica tradição sexual, da qual se destaca o tantra, prática em que o conhecimento é obtido através do êxtase. A arte erótica se expressa através de pinturas, esculturas e na literatura. Livros, como Ananga Ranga e Kama Sutra, contêm valiosas referências afrodisíacas a aspargos cozidos, melado com leite e alcaçuz, arroz e ovos de pardal cozidos com mel e leite, e suco de bhuyia-kothali, além das cebolas, alho e feijão. Fazem ainda referência a um ingrediente muito especial, que aplicado aos olhos faz com que todos fiquem fascinados.
Na China, há mais de dois mil anos, um monge taoísta compilou notas das maratonas sexuais de sua esposa com inúmeros voluntários, a fim de desenvolver dietas que preservassem integralmente a saúde e aumentassem a alegria genital feminina. Para os chineses, o simbolismo sexual era muito importante. Por conta disso, chifres de animais, plantas e cogumelos eram muito populares. Os ingredientes afrodisíacos mais usados eram ginseng, canela, algas, enxofre, pinhão, pepinos e fígado de vários animais.


Linha Afrodisíaca de Pós Exclusiva do Blog Arte Cigana



Pó Para Virilidade
Pacote com 500 gramas.
Tomar misturado na bebida ou na comida uma vez por dia.


Aumenta o desempenho masculino e feminino.
Pó Para Virilidade - 2 Pacote com 300 gramas.
Misturado em bebida alcoólica aumeta o desempenho em 1 ou 2 horas após a ingestão.

Pó Afrodisíaco Atrativo
Pacote com 100 gramas
Sopra-se o pó na pessoa desejada e após uma hora no máximo ele(a) estará louco(a) por você.

Pó Venha Para Mim
Pacote com 100 gramas
Para atrair alguém para sua presença.

Pó Para quebrar Maldição
Pacote com 100 gramas
para quebrar feitiços de amor lançados contra outra pessoa.

Pó de Mudança de Direção
Pacote com 100 gramas
para fazer com que a pessoas se desvie de outra para você.

Pó Ame-me
Pacote com 100 gramas
Para produzir sentimentos de amor em outra pesssoa.

Pó da Paixão
Pacote com 100 gramas
Para despertar Sentimentos de paixão.

Pó de atração Geral
Pacote com 100 gramas
Para fazer com que vários parceiros(as) em potemcial te notem.

Pó para espalhar o clima no ambiente
Pacote com 100 gramas Sopra-se o pó no ambiente antes de uma noite romántica.
Ultilisa-se também em festas mas o efeito atinge a todos que estiveram no ambiente.

Travesseiro Afrodisíaco
Pó com 500 gramas para colocar no travesseiro.
Para tornar as noites inesquesíveis, para provocar situações e aumentar o desempenho.


Caso você tenha se interessado por algum destes produtos ou queira conhecer outros produtos que da linha exclusiva afrodisíaca do blog. Entre em contato por telefone: (61) 9107-1343 ou por e-mail: priscila_saager@hotmail.com

Óleos e Perfumes de Amor



Os óleos essenciais e os perfumes também podem ajudar aumentar o interesse das pessoas por você, sabendo fazer a mistura certa podem se tornar poderosos afrodisíacos. Estes podem ser usados na pele, para banhos, perfumar o ambiente causando clima, ou para fazer com que uma pessoa se lembre de você sempre que sentir o determinado cheiro, presenteando-a com o óleo, ou colocando-o em algum presente.
Como por exemplo: Fazendo uma vela e colocando o óleo na mistura para ficar o cheiro, ou colocando-o em presentes como: Cestas de banho, saches sedorados, ou mesmo untando cartões e cartas escritas a pessoa desejada.



Linha de Óleos de Amor

Óleo Para Atrair Um Novo Amor Nº 01
100 ml
Para atrair aquela pessoa especial.
(Leva Milefólio erva que torna os amantes eternamente ligados)

Óleo Para Atrair Um Novo Amor Nº 02
100 ml
Para atrair alguém que não conheça, ou antes de encontrar aquela pessoa especial.

Óleo Para Provocar Desejo
100 ml
Para despertar o desejo da pessoa de te ter.

Óleo Para Provocar a Paixão
100 ml
Para despertar a paixão de outra pessoa por você.

Perfumes para Atração


Perfume da bota e do boto (50ml)
O feromônio do boto e da bota e muito parecido com o do ser humano, este perfume contém esta subistância uma vez ultilizado, atrae todos os olhares do ambiente para você.

Prefume africano
Uma mistura de essências afrodisíacas (50ml) Demora cerca de 1 hora para fazer total efeito.


Caso você tenha se interessado por algum destes produtos ou queira conhecer outros produtos que da linha exclusiva afrodisíaca do blog. Entre em contato por telefone: (61) 9107-1343 (61) 8571-9965 (61) 3879-7597 ou por e-mail: priscila_saager@hotmail.com

Banhos Afrodisíacos

Foto: Linha Arte Cigana





A imersão em água carrega consigo uma imagem inerente de renascimento, removação e mudança, que ainda é empregada em rituais religiosos; assim, não é nenhuma surpresa que os banhos afrodizíacos sejam bem antigos. Corretamente usados, eles podem ser poderosas ferramentas de sedução.






Linha de Banhos Especialmente Preparada Para o Blog Arte Cigana:

Banho Atrativo em geral (africano)Nº1
500 ml
Banho para tomar antes de ir para a balada ABALAR, ou antes de encontrar aquela pessoa especial.

Banho Atrativo em geral Nº2 (cigano)
500 ml
Banho para encontrar aquela pessoa especial.

Banho Atrativo em geral Nº3 (cigano)
500 ml
Banho atrair os olhares em geral.

Banho Para Atrair Novos Amigos
500 ml
Banho para ficar mais simpática (o) aos olhos de outras pessoas.

Banho do Desejo
500 ml
Banho para despertar o desejo em outra pessoa.

Banho Diminuindo o Desejo
500 ml
Banho para diminuir o desejo em outra pessoa, por você.

Banho Renovação
500 ml
Banho para parecer mais jovem.

Banho Despertar da Beleza
500 ml
Banho para despertar sua beleza, estas ervas resaltam sua beleza.

Banho Despertar o Lado Paquerador
500 ml
Banho para despertar o lado paquerador escondido.

Banho Para Quebrar Feitiço de Amor
500 ml
Banho para qubrar um feitiço de amor jogado contra você.

Banho Para Fazer Com Que Alguém Se Apaixone por Você
500 ml
Banho para despertar a paixão na pessoas desejada.


Caso você tenha se interessado por algum destes produtos ou queira conhecer outros produtos que da linha exclusiva afrodisíaca do blog. Entre em contato por telefone: (61) 9107-1343 (61) 8571-9965 (61) 3879-7597 ou por e-mail: priscila_saager@hotmail.com

Ano de 2009



Astrologia Cigana: A Estrela
O ano começará com muitas rupturas, problemas climáticos, principalmente com relação a vento e água. A natureza castigará severamente nosso Planeta. Será cada vez mais importante termos consciência de que devemos preservar a natureza. A estrutura familiar passará por grandes dificuldades, muitas separações, relações familiares em conflito. A mulher terá grande importância como meadora, controlando e direcionando a família. Neste ano, o sexo feminino terá grande êxito, desde que lute pelo seu espaço. É um ano onde devemos buscar a alegria, a diversão, a liberdade; será muito importante invertir em nós mesmos, em nossas relações amorosas como meio de recarregar as baterias para termos disposição para enfrentar os demais aspectos da vida. A busca da felicidade deverá ser constante e diária. No campo profissional deveremos buscar parcerias e associações, a união produzirá melhores resultados do que o individualismo.


Saiba Mais Sobre O Zodiaco Cigano


PUNHAL:(21/03 a 20/04)


Signo Zodiacal: ÁriesMetal
regente: Ferro
Perfume: Lavanda
Dia da Sorte: Terça-feira
Pedra: Jaspe Verde
Cor: Vermelho
SIMBOLOGIA - O Punhal é a imagem da luta e vontade de vencer. Representa honra, vitória e êxitos. Os ciganos também usavam o punhal para abrir matas, sendo então, símbolo de superação e pioneirismo. A pessoa sob esta influência é uma pessoa irrequieta, firme e dona de si mesma. Ousada, tem uma personalidade forte e odeia ser subestimada. Quando isso ocorre, torna-se agressiva. Ama demais, é fiel e adora sexo. Não é económica, mas sabe controlar o dinheiro. Se sai bem em esportes, artes marciais e cargos de chefia e liderança.


COROA (21/04 a 20/05)

Signo Zodiacal: Touro
Metal regente: Cobre
Perfume: Rosa
Dia da Sorte: Sexta-feira
Pedras: Safira Azul e/ou Esmeralda
Cores: Verde claro e Rosa
SIMBOLOGIA - Relaciona-se ao ouro e a nobreza. É símbolo de amor puro,força,poder e elegância, o que torna a pessoa desse elemento valorizada e importante. A pessoa sob esta influência luta pelo que quer, pois a estabilidade financeira lhe é fundamental. Nasceu para administrar e querer ser dona de seu próprio trabalho. É fiel no amor, sensível e não suporta que brinquem com seus sentimentos. Gosta das artes e tem grande criatividade para trabalhar nesse sector.


CANDEIAS (21/05 a 20/06)


Signo Zodiacal: Gémeos
Metal regente: Níquel Perfume: Floral
Dia da Sorte: Quarta-feira Pedras: Topázio e/ou Magnetita
Cores: Amarelo e Ocre
SIMBOLOGIA - Representa as luzes e a verdade, portanto a sabedoria e a clareza de ideias. As candeias eram usadas para iluminar os acampamentos. Também simbolizam a esperteza e a vivacidade. A pessoa sob esta influência é comunicativa e tem uma inteligência brilhante, fazendo muitos amigos. Adora estudar e pesquisar, principalmente, o que se relaciona a ela mesma. É romântica e nunca desiste de uma conquista, mesmo que não se envolva por completo. Quando quer algo, consegue.


RODA (21/06 a 21/07)

Signo Zodiacal: Câncer
Metal regente: Prata
Perfume: Rosa
Dia da Sorte: Segunda-feira
Pedra: Esmeralda
Cores: Branco e Prateado

SIMBOLOGIA - Por representar o ir e vir e estar relacionada à Lua, pela sua forma arredondada, as pessoas regidas por esse signo tem urna forte ligação com as mulheres e gestantes em geral. A emoção é a palavra que traduz seu jeito. A Roda move sua vida na alegria e na tristeza. É dócil e tranquila, mas, quando se irrita, sai de baixo. É um pouco insegura e tem uma certa tendência à nostalgia. Ama com intensidade e sente muito ciúme.

ESTRELA (22/07 a 22/08)


Signo Zodiacal: Leão
Metal regente: Ouro
Perfume: Sândalo
Dia da Sorte: Domingo
Pedra: Rubi
Cores: Amarelo, Laranja e Dourado

SIMBOLOGIA - A estrela cigana possui seis pontas, formando dois triângulos iguais, que indicam a igualdade entre o que está a cima e o que está a baixo. Representa sucesso e evolução interior. A pessoa que nasce sob esta influência é optimista e alto astral, nasceu para brilhar. Curte a vida intensamente e tem um talento especial para atrair as pessoas. Vive rodeada de amigos, mas tem mania de querer que tudo seja como você deseja. Conseguirá óptimas oportunidades como actriz, dançarina, modelo, cantora, etc.

SINO (23/08 a 22/09)


Signo Zodiacal: Virgem
Metal regente: Níquel
Perfume: Gardênia
Dia da Sorte: Quarta-feira
Pedras: Ágata e Turmalina
Cores: Azul marinho e Verde
SIMBOLOGIA - Exactidão e perfeição. Nos séculos passados, era usado como relógio, e os ciganos o associaram à pontualidade, à disciplina e à firmeza. A pessoa sob esta influência é bastante organizada, ambiciosa, que supera sempre suas próprias expectativas. Acha que a vida é para ser aproveitada nos mínimos detalhes, porém, com consciência e sem exageros. Muito inteligente, analisa e critica tudo o que está ao seu redor. Se sai bem trabalhando com administração.


MOEDA (23/09 a 22/10)

Signo Zodiacal: Libra
Metal regente: Cobre
Perfume: Alfazema
Pedra: Diamante rosa
Dia da Sorte: Sexta-feira
Cores: Rosa e Azul

SIMBOLOGIA - A moeda é associada ao equilíbrio e à justiça e relacionada à riqueza material e espiritual, que é representada pela cara e coroa. Para os ciganos, cara é o ouro físico, e coroa, o espiritual. A pessoa sob esta influência é sensível, charmosa, vive de amores e sentimentos. Tem que estar apaixonada sempre. As atenções se voltam para você facilmente. Tem talentos artísticos e decorativos. Adora ajudar as pessoas e vive para isso. Razão pela qual está sempre cercada de amigos e companheiros.


ADAGA (23/10 a 21/11)


Signo Zodiacal: Escorpião
Metal regente: Ferro
Perfume: Almíscar
Pedras: Opala e Topázio
Dia de Sorte: Terça-feira
Cores: Púrpura e Marrom

SIMBOLOGIA - A adaga é entregue ao cigano quando ele sai da adolescência e ingressa na vida adulta. Por isso, é associada também à morte, ou seja, às mudanças necessárias que a vida nos oferece para crescermos. A pessoa sob esta influência tem um temperamento forte e enigmático, se torna irresistível e respeitada. Possui uma mente analítica, percebendo tudo o que está ao seu redor. Sempre procura se aprofundar no que está à sua volta, seja no amor ou no trabalho. Ama de maneira sensual e arrebatadora.


MACHADO (22/11 a 21/12)


Signo Zodiacal: Sagitário
Metal regente: Estanho
Perfume: Jasmim
Pedras: Safira e Turquesa
Dia de Sorte: Quinta-feira
Cores: Púrpura e Violeta

SIMBOLOGIA - O machado é o destruidor de bloqueios e barreiras. Ele simboliza a liberdade, pois rompe com todas os obstáculos que a natureza impõem. A pessoa sob esta influência tem a liberdade como a palavra que mais gosta de falar e curtir. Aventureira, jamais permanece parada em um só lugar. É como o vento, que tudo toca, em tudo está, mas em nada fica. Optimista, até as dores para você são sinais de alegria. Apaixona-se e se desapaixona facilmente. Se dá bem com trabalhos sem rotinas em que possa aprender sempre.


FERRADURA (22/12 a 20/01)


Signo Zodiacal: Capricórnio
Metal regente: Chumbo
Perfume: Cítrico
Pedras: Ônix e Quartzo
Dia de Sorte: Sábado Cores: Preto, Cinza e Verde-escuro

SIMBOLOGIA - A ferradura representa o esforço e o trabalho. Os ciganos têm a ferradura como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte, a fortuna e afasta o azar. A pessoa sob esta influência tem seu bom senso, às vezes se torna séria demais. Tem, então, que se soltar um pouco mais. Raramente, confia em alguém. Busca amores estáveis e concretos. Pretende casar e ter filhos. É completamente familiar, ama os poucos amigos e se dedica à profissão.


TAÇA (21/01 a 19/02)


Signo Zodiacal: Aquário
Metal regente: Alumínio
Perfume: CanelaPedra: Água marinha
Dia de Sorte: Sábado
Cores: Laranja e Marrom claro
SIMBOLOGIA - União e receptividade, pois qualquer líquido cabe nela e adquire sua forma. Tanto que, no casamento cigano, os noivos tomam vinho em uma única taça, que representa valor e comunhão. A pessoa sob esta influência sente uma grande preocupação com os assuntos à sua volta. Inteligente, humana, inquieta, tem vários amigos sinceros. Original, está sempre inovando. Vive atrás da felicidade. No amor, aprecia a sinceridade e a fidelidade.


CAPELA (20/02 a 20/03)


Signo Zodiacal: Peixes
Metal regente: Platina Perfume: Glicínia
Pedra: Ametista
Dia de Sorte: Quinta-feira
Cores: Violeta e Azul
SIMBOLOGIA - Representa o grande Deus. É sinal de religiosidade e fé. É o local em que todos entram em contato com seu Deus interno e desperta a força e o amor. A pessoa sob esta influência é emotiva, sensível, leal, justa, espiritualizada e sonhadora, é o próprio amor encamado. Tem muita força espiritual e dons para a clarividência. Ama cegamente e, às vezes, se desilude. É romântica e carinhosa. Quanto ao trabalho, gosta de tudo o que se relaciona a ajudar ao próximo.

A Arte Cigana


A divinação e a profecia têm sido há muito consideradas um domínio especial dos ciganos, um povo nômade cujo folclore está repleto de lendas sobre poderes secretos e ritos mágicos. E assim como as artes milenares que eles praticam, a origem e o modo de ser ciganos permanecem encobertos pelo mistério, emaranhados em lendas e tradições.
Acredita-se que tenham vivido originalmente na Índia. Mas em algum momento do século IX, eles começaram um lento deslocamento para o oeste. No início do século XV, grandes grupos de pessoas de pele morena, vestidas exoticamente, alegando serem peregrinos religiosos vindos de um país chamado Pequeno Egito, começaram a aparecer na Europa. Esses "egípcios", ou gypsies, como eles se tornaram conhecidos em língua inglesa, foram de início bem recebidos pelos simpáticos habitantes. Mas algumas tribos errantes logo ganharam má reputação, como pequenos ladrões e trapaceiros sem convicção religiosa.
Os ciganos eram, na verdade, profundamente religiosos. Mas suas crenças e práticas estavam fortemente influenciadas pela magia. Considerados autoridades em assuntos ocultistas, aos ciganos foram creditados com freqüência talentos sobrenaturais para além mesmo de suas próprias crenças, e muitos negociaram com avidez seus supostos poderes com habitantes locais. Normalmente, apenas algumas moedas podiam comprar o que fosse: de ervas medicinais para dores a poções do amor e afrodisíacos. Mas foi pela prática das artes da profecia - leitura das cartas do tarô ou da borra do chá, da bola de cristal ou das linhas da mão - que os ciganos se tornaram mais conhecidos.
Os homens ciganos trabalhavam como negociantes de cavalos ou ferreiros; as mulheres prediziam o futuro, freqüentemente nas carroças ou pequenas tendas nas quais viviam. A leitura da mão era o método favorito. E assim permanece até hoje: lojas de quiromancia geridas por ciganos florescem nas cidades e vilas de todo o mundo. E apesar de eventuais queixas de práticas inescrupulosas, os clientes continuam a freqüentá-las para conhecer a sua sorte. Nada parece poder banir a imagem romântica do cigano pensativo, cujos negros olhos penetrantes fitam atentamente as palmas - e, talvez, os futuros - do esperançoso e do curioso.


Fonte bibliográfica: Mistérios do Desconhecido - ©1992 Abril Livros Ltda.